Tipos de Tintas e Acabamento: Como Utilizá-los


tipo de tinta latex pva
Foto: Divulgação

No mercado há diversos tipos de tinta, e por isso, às vezes não é fácil escolher a que seja ideal para a decoração do seu apartamento.

Veja a seguir quais são as mais procuradas no mercado e qual é o uso mais adequado para cada uma.

Tipos de Tinta

Tinta Látex PVA

Indicada para superfícies de baixa exposição (paredes internas e áreas secas), deve ser evitada nas áreas expostas a condições climáticas intensas, como chuvas e tempestades. Não é ideal também o seu uso em áreas molhadas, porque sua limpeza é feita apenas com um pano úmido. Essa tinta é solúvel em água e seca rapidamente.

tintas
Foto: Divulgação

Tinta Acrílica

Similar ao látex, essa tinta também é solúvel em água e seca rapidamente. Entretanto, a tinta acrílica é superior, pois tem uma carga maior de resinas em sua composição, o que é perceptível pela resistência às condições climáticas e lavagens que sofre frequentemente. Possui grande nível de impermeabilidade, ideal para ambientes externos e áreas molhadas, como lavabo e cozinha.

Foto: Divulgação

Tinta Epóxi

A tinta epóxi tem maior resistência à abrasão, como desgaste por fricção e raspagem. Ela é ideal para ambientes com grande fluxo de pessoas, pois consegue suportar lavagens frequentes. Sua apropriação combina muito bem com pisos de cozinha, áreas de serviço, caixas d’água, máquinas, paredes de concreto, tubulações e estruturas metálicas. Sua versão sintética não é solúvel em água, ela só consegue ser diluída utilizando solventes específicos e catalizadores. É recomendado que apenas profissionais especializados apliquem esta mão de tinta para evitar riscos.

Foto: Divulgação

Tipos de Acabamento

Acabamento Fosco

O acabamento fosco é uma ótima alternativa para aqueles que não gostam do brilho e pretendem disfarçar defeitos e irregularidades que as paredes e tetos possam ter. A qualidade da tinta interfere diretamente no resultado. Quanto melhor ela for, menos demãos e tempo entre elas serão necessários, além de ter mais rendimento, cobertura e resistência em comparação com a standard e a econômica. Além disso, nas tonalidades mais escuras ela pode ser utilizada como uma lousa.

Foto: Divulgação

Econômico x Standard x Premium

Verifique em qual área a tinta será aplicada. Na parte interna, pode ser utilizado um produto premium, standard ou econômico. Para ambientes de grande circulação ou frequentados por crianças e animais de estimação, a tinta que possui mais durabilidade é opção mais viável.
Áreas com menos fluxo de pessoas, a tinta econômica pode ser aplicada. Já nos ambientes externos, é preciso ficar atento com o desgaste e acúmulo de sujeira causados pelas condições climáticas e da natureza. Para estas situações, invista em produtos como os acrílicos premium e os látex premium ou standard.

Verniz X Stain

Elementos fundamentais na arquitetura e na decoração, as madeiras requerem produtos específicos, como vernizes, stains e esmaltes. Um fator primordial na hora de escolher um acabamento é saber qual a finalidade e o que se espera de seu desempenho para definir as necessidades decorativas. Vernizes e stains são os mais usados em portas, janelas, móveis de jardim, pergolados e deques.
Apesar de ambos protegerem a madeira, eles agem de formas diferentes. O verniz é um acabamento de poro fechado, ou seja, cria uma película de proteção e pode alterar os veios da madeira, o que acarre[Imagem]ta no t[Imagem]rincamento do móvel com o tempo, além de mudar sua aparência.
O stain pelo contrário, mantém a imagem do móvel muito próxima da original, porque ele apenas impregna na madeira protegendo-a do sol, da chuva e de fungos. O produto facilita também pelo fato de que sua reaplicação não precisa de remoção. Para reaplicar, basta fazer uma limpeza superficial retirando as partículas de[Imagem] poeira e aplicar a nova tintura.
Verniz

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

Acabamento Esmalte

O esmalte, como dito anteriormente, pode ser utilizado nas madeiras. Além dela, metais ferrosos, PVC, alumínio e galvanizados (de ambientes tanto internos quanto externos) também podem receber a aplicação. É enc[Imagem]ontrado em diversas opções de cores e acabamentos, como fosco, acetinado e brilhante. Em sua versão sem cheiro, o produto seca rapidamente.

Foto: Divulgação

Acabamento acetinado

Com excelente resistência a lavagens e condições climáticas, o acabamento acetinado oferece um toque suave de brilho e um intermédio entre o fosco e semibrilho. Sua indicação é para paredes, rodapés e portas. A limpeza pode ser realizada com um pano úmido.

Foto: Divulgação

Acabamento semibrilho

O acabamento semibrilho proporciona uma alta imperbeabilidade e é ideal para áreas externas, apesar de não ser descartado o uso em ambientes internos. O importante é que a superfície esteja bem acabada e nivelada, senão a tinta pode ressaltar as irregularidades.

Foto: Divulgação

Não há duvidas que o mercado oferece diversos tipos de tintas e acabamentos, o que por ventura pode gerar algumas dúvidas no momento de escolher o ideal. Tenha em mente que não há uma tinta universal indicada para todos os ambientes.

Assim, é preciso conhecer as características de cada produto para fazer a compra corretamente, pensando também na superfície e locais a serem pintados.

Esse post foi uma colaboração do César Fernandes da Tibério Construtora.

Deixe seu comentário

Comentário

Tipos de Tintas e Acabamento: Como Utilizá-los
5 (100%) 1 votos

Compartilhe