Tipos de plantas para apartamentos


É muito comum ter plantas dentro dos lares, até mesmo em apartamentos e ambientes fechados. Elas são multifuncionais, pois além de decorar, trazem mais harmonia ao ambiente e atribuem um melhor conforto térmico e acústico dentro de casa.

A dúvida fica no momento de escolher qual é a melhor espécie para determinado ambiente, quais são suas necessidades de manutenção, bem como o porte ideal, necessidade de luz solar e se são floríferas ou não.

Para ajudar você nesta missão, separamos algumas espécies de plantas, suas características e como realizar a manutenção delas. Confira:

ZAMIOCULCA

Nome científico: Zamioculcas zamiifolia

Uma das plantas mais utilizadas nos ambientes internos, a Zamioculca tem a habilidade de continuar bonita mesmo quando não recebe a manutenção adequada. Ela fica bem tanto em ambientes luminosos quanto sem luz, e precisa ser regada apenas uma vez por semana. Evite o sol direto, pois ele pode queimar as folhas da zamioculca.

 

c2
Fonte da imagem: divulgação

ECHEVERIA

Nome científico: Echeveria SP

A echeveria faz parte do grupo das suculentas, plantas que armazenam água nas folhas e caules. Seu formato é parecido com o de uma rosa, sendo muito utilizada nos arranjos de vasos com outras suculentas e mini cactos. Precisa ser regada somente uma vez por semana, pois a umidade em excesso pode apodrecer suas raízes. Ela também não tolera muito sol.

Fonte da imagem: divulgação
Fonte da imagem: divulgação

MINI CACTO

Nome científico: Mamillaria SP

Encontrados facilmente, inclusive em supermercados, esses pequenos cactos são ótimas opções na composição de arranjos. Ao contrário dos cactos de maior porte, eles não devem ser expostos à incidência de raios solares de maneira direta. Para saber o momento ideal de regar, verifique a umidade da terra e se ela está seca. No geral, suas regas são semanais.

 

Fonte da imagem: divulgação
Fonte da imagem: divulgação

RÁFIS

Nome científico: Rhapis excelsa

Com múltiplos caules semelhantes ao bambu, a Ráfis cresce de forma ereta, com suas folhas plissadas bem próximas. É muito utilizada sozinha nos vasos para montar jardins orientais. Ela se adapta a qualquer tipo de iluminação e necessita ser regada com frequência, mas sem encharcar seu substrato.

 

Fonte da imagem: divulgação
Fonte da imagem: divulgação

LANÇA DE SÃO JORGE

Nome científico: Sansevieria cylindrica

As folhas da Lança de São Jorge são cilíndricas e verticais, com um visual bem ornamental. É uma planta muito resistente, e por isso pode ser usada nas mais variadas composições, desde jardins de pedras a vasos para os ambientes internos. Deve ser regada quinzenalmente, sem molhar as folhas, e mantida à meia-sombra.

Fonte da imagem: divulgação
Fonte da imagem: divulgação

LÍRIO DA PAZ

Nome científico: Spathiphyllum wallisi

Esta planta em especial é uma das únicas que floresce na sombra. Caso seu jardim seja sombreado e com bastante claridade, use esta espécie à vontade. Entretanto, a luminosidade solar direta queima suas folhas. Mantenha-a sempre adubada e seu solo úmido, mas nunca encharcado.

Fonte da imagem: divulgação
Fonte da imagem: divulgação

VIOLETAS

Nome científico: Saintpaulia ionantha

Uma das mais tradicionais, senão a mais utilizada planta decorativa, a violeta possui uma grande variedade de cores, permitindo criar diversas composições com seus vasinhos. Ela fica bem em diversos ambientes, como mesas e parapeito de janelas. O mais importante com relação a esta espécie é garantir que seja exposta somente à luz indireta. Regar uma ou duas vezes por semana também é fundamental, lembrando-se de não molhar suas folhas e flores.

Redator: César Fernandes, da Tibério Construtora.

Deixe seu comentário

Comentário

Tipos de plantas para apartamentos
5 (100%) 1 votos

Compartilhe