Sofá – conhecendo, escolhendo e se apaixonando


Na pressa de decorar um ambiente, a maioria das pessoas pensa que todos os móveis são iguais. Sofás, mesas de canto ou centro…enfim, qualquer um serve!

Para quem não gosta ou não tem muita criatividade para o design de interiores e decoração, talvez qualquer um possa servir. Mas pra quem se sente à vontade no assunto, trazemos hoje para você, um post bacanérrimo sobre estilos de sofá, e como ele pode fazer uma enorme diferença na sua sala.

Até porque criar um espaço elegante, confortável e personalizado pode muitas vezes, fazer você se confundir entre uma chaise longue – a popular espreguiçadeira –  ou uma Chesterfield – o divã.

É por isso que vamos dar nomes aos bois, ou melhor, aos sofás, e ajudar na sua busca da sala perfeita, e Linda!

São 10 estilos. 10 sofás dos mais usados na área da decoração, mas todos eles deixam a gente com vontade de ter 10 lugares diferentes para colocá-los.

Se aconchegue e curta com a gente!

Sofá Cabriolet

Veja a forma como as pernas deste sofá se curvam para fora e para baixo, como o movimento bastante parecido de balé? Este estilo de sofá – popular durante a primeira metade do século 18 – é característica de Queen Anne, Louis XV, e móveis Chippendale.

Sofá Camelback

O sofá camelback tem uma costas arqueadas que atinge um ponto mais alto de cada lado – assim como o camelo. A parte traseira tem, tipicamente, uma ou duas bossas. É um estilo tradicional que cria uma aparência bastante elegante em qualquer casa.

Chaise

De acordo com Houzz , “chaise” deriva do termo “chaise longue”, significando cadeira longa. Esta ilustração lembra uma forma mais contemporânea, mas o assento também pode ser contornado para a sua volta. Esse é o tipo de sofá que você pode ver no consultório de um psiquiatra.

Chesterfield

A maneira mais fácil de saber se o sofá em questão é um Chesterfield ou um divã? Confira o acolchoamento  de botão profundo nas costas. Os braços do sofá são enrolados, e estão à mesma altura que a parte traseira. Muitas vezes feitas de couro, é o tipo de peça que se espera em uma sofisticada biblioteca.

Daybed

Talvez o modelo mais fácil de identificar, o daybed ou sofá-cama pode ser usado como um sofá durante o dia e uma cama de noite. Se você recebe muitas visitas, é uma escolha natural para quando você precisar de espaço extra para dormir.

English Roll Arm

Os braços arredondados definem este estilo de sofá, cujas almofadas no fundo solto fazem dele uma escolha super confortável. A parte traseira do assento é tipicamente apertado – o que significa que as almofadas não são removíveis.

Lawson

Ao contrário do sofá English Roll Arm, as almofadas de encosto de uma Lawson também estão soltos. Os braços não são necessariamente arredondados. Uma opção perfeita para sua sala de mídia, tanto pelo conforto quanto pela praticidade.

Settee

Também conhecido como namoradeira, o Settee é ótimo para pequenos espaços. Este sofá é definido por uma costas retas e espaço para duas pessoas sentarem-se confortavelmente.

Tuxedo

Como o sofá Chesterfield, os braços e as costas do sofá Tuxedo são da mesma altura. Ao contrário do sofá Chesterfield, o sofá tem um alinhamento limpo e geométrico, e muitas vezes estofado com tecido confortável. Este estilo de abotoamento é o equivalente ao terno dos móveis: atemporal e moderno ao mesmo tempo.

Mid-Century

Caracterizado por uma forma de alinhamento limpo, retangular, almofadas de encosto e assento sólidas, pernas de madeira, o sofá Mid-Century  é a escolha ideal se você ama o “Mad Men” estético.

Cada estilo para cada personalidade. Essa é a nossa conclusão ao escolher um sofá para o seu ambiente. Muito além de beleza, deve-se estar atendo também para a utilidade e uso dos móveis, sejam sofás, cadeiras, ou qualquer outra coisa que você fará uso.

Móveis são móveis, e estão aí para ser usados, renovados e reutilizados. E deixar cada ambiente de casa, lindo.

Imagens: Pinterest

Fonte: tradução livre da http://www.elledecor.com/design-decorate/news/g3133/sofa-styles/

Deixe seu comentário

Comentário

Sofá – conhecendo, escolhendo e se apaixonando
Avalie este post

Compartilhe